terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Top 10 (Melhores Filmes de 2013)


Chegou a hora. Vamos conhecer agora os melhores filmes de 2013, segundo o blog Cinemaniac. Como toda lista, provavelmente, ela vai causar algumas surpresas. Mas sempre é bom lembrar que essas são as minhas opiniões, com base nos longas que eu pude assisti neste ano. Como disse no post sobre o balanço deste ano, acredito que 2013 foi muito bom para o cinema, com ótimos lançamentos nesta temporada. Nesta lista procurei reunir os filmes que mais me impressionaram, independente de gênero, orçamento ou críticas. Sem mais delongas, vamos aos 10 melhores filmes do ano segundo o Cinemaniac.

10 º Fruitvale Station (Dir: Ryan Coogler)


"Apesar dos excessos na parte ficcional do longa, um absurdo silêncio pairou no cinema após a sessão de apresentação do filme no Festival do Rio. Um silêncio fúnebre, de respeito, que "fala" mais do que qualquer crítica. É a prova maior de que o novato diretor Ryan Coogler acertou não só ao conduzir um entretenimento de alta qualidade, mas também, ao promover uma forte mensagem contra os excessos das forças policiais."

9º Nebraska (Dir: Alexander Payne)


"Leve e divertido, Nebraska é acima de tudo um tocante retrato de uma geração envelhecida. Embalado por uma excelente trilha sonora, assinada por Mark Orton, o cativante longa é um dos mais interessantes trabalhos de 2013. Outro passo certeiro na carreira de Alexander Payne, que ao debater novamente questões familiares tão comuns, consegue conceber um trabalho altamente original."

8º Os Suspeitos (Dir: Dennis Villeneuve)


"Apesar do péssimo título brasileiro, Os Suspeitos é um daqueles filmes que precisa ser apreciado. Sufocante e atrativo do início ao fim, acredito que o título original - Prisioners (Prisioneiros na tradução literal) - seria mais interessante, e resumiria muito bem a sensação que aflige o espectador ao longo das quase 2 horas e meia de projeção. Assim como os personagens, é inevitável não nos sentirmos presos, ligados diretamente as atitudes de cada um dos envolvidos, e nessa intensa busca pelo desfecho desta surpreendente e bem comandada trama."

7º Django Livre  (Dir: Quentin Tarantino)


"Esse é Django Livre, um filme que não se incomoda com os excessos e se torna cruelmente divertido. É longo, insano e violento, acima de tudo mais um trabalho extremamente particular e criativo de Quentin Tarantino. Com trilha sonora pop, fotografia bem explorada e elenco estrelar, Tarantino consegue também promover uma grande homenagem ao "Western Spaguetti", que nos anos sessenta e setenta consagrou vários filmes do gênero, incluindo o original Django, com Franco Nero."

6º Amor Bandido (Dir: Jeff Nichols)


"Um dos filmes mais surpreendentes de 2013, Amor Bandido acaba colocando o nome do jovem Jeff Nichols entre os mais promissores diretores da atualidade. Apesar de lidar com a inocência e uma certa pureza sentimental, o longa é de uma maturidade impar. Sem se apegar a esteriótipos, Nichols explora de forma original todas as ilusões, dúvidas e as certezas que acabam cercando, de uma forma geral, os relacionamentos, sejam eles amorosos, ou genuinamente fraternais."

5º Círculo de Fogo (Dir: Guillermo Del Toro)


"Espetáculo visual. Essas duas palavras já poderiam resumir bem o que é Círculo de Fogo, o mais novo filme do diretor mexicano Guillermo del Toro. Grandioso e tecnicamente perfeito, o longa não se resume apenas ao impacto construído pelas gigantescas batalhas entre robôs e alienígenas. O resultado é um filme que acerta, justamente, ao saber aliar uma trama eficiente à tão elaborada construção digital concebida por Del Toro, que nunca escondeu o fato de ser um grande fã dos filmes japoneses que popularizaram esse gênero."

4º Capitão Philips (Dir: Paul Greengrass)


"Correndo por fora, me arrisco a dizer que Capitão Philips surge como um dos grandes candidatos na briga pelo Oscar 2014. Um filme completo, de grande tensão, conduzido de forma irretocável pelo diretor Paul Greengrass. Sem se prender a já conhecida abordagem dos fatos, o diretor inglês tem como grande acerto, no entanto, a forma como destaca todo os bastidores envolvendo o sequestro do navio americano Maersk Alabama. Um engajado entretenimento de altíssima qualidade."



"Conduzido com cuidado e ousadia por Ron Howard, Rush é acima de tudo um filme sobre o respeito entre dois rivais. E esse mesmo respeito acaba se refletindo ao longo das duas horas de projeção, que leva com fidelidade e grande apelo cinematográfico a história dessas duas lendas do automobilismo mundial aos cinemas. Um filme necessário não só para os fãs da Fórmula 1, como também para o grande público. Afinal, estamos diante de um dos mais impressionantes trabalhos apresentados em 2013."

2º Questão de Tempo (Dir: Richard Curtis)


"No projeto mais ousado da carreira de Richard Curtis, que além de dirigir e roteirizar também produziu o longa, Questão de Tempo acaba se tornando um dos grandes acertos na sua curta filmografia. Um filme completo, divertido, tocante e tecnicamente bem construído, com direito a fotografia exuberante, assinada por John Guleserian, e trilha sonora que embala muito bem os momentos mais dramáticos. (...) Richard Curtis cria uma trama que soa natural, apesar da temática espetacular, principalmente por apresentar personagens extremamente peculiares, mas humanos."

1º Gravidade (Dir: Afonso Cuarón)


"Uma das experiências cinematográficas mais impressionantes que eu já vi. (...) Um passo adiante para o cinema, Gravidade é uma obra completa, um grande trabalho cinematográfico que reúne tudo aquilo que o espectador busca em um filme. É uma mistura simples e complexa, que sufoca o espectador ao longo dos seus 90 minutos. Uma experiência única, que de tão verossímil poderia até mesmo ser adotada pela NASA como um novo simulador para os seus astronautas. Me arrisco a dizer que será, daqui pra frente, mais um daqueles eventos sempre lembrados na história do cinema."

Menções Honrosas

- Universidade Monstros (Dir: Dan Scanlon)


"Mesmo em uma continuação, a Pixar mostra porque hoje é uma referência quando falamos em animação"

- Francis Ha (Dir: Noah Baumbach)


"Tente não se apaixonar por ela"

Thor - O Mundo Sombrio (Dir: Alan Taylor)


"Thor finalmente ganha um filme à sua altura."

- Star Trek: Além da Escuridão (Dir: J.J Abrams)


"Benedict Cumberbach e J.J Abrams fazem desta continuação uma dos mais divertidos filmes do ano."

- Os Miseráveis (Dir: Tom Hooper)


"Grandiosidade e boas atuações marcam este épico\musical conduzido por Tom Hopper".

- Jogos Vorazes: Em Chamas (Francis Lawrence)


"Desfecho em aberto frustra um pouco, mas continuação abre espaço para um fim grandioso".

- O Lado Bom da Vida (Dir: David. O Russel)



"Uma obra revigorante."

Obs: Somente filme lançados, ou apresentados, no Brasil em 2013. 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...