quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Top 10 (Melhores Momentos do Oscar)

Poucos dias antes de mais uma cerimônia do Oscar, o frenesi em torno da premiação começa a tomar conta dos principais blogs, sites e afins sobre a sétima arte. O fato é que apesar da importância da premiação, a cerimonia do Oscar está cada vez mais previsível e pouco empolgante. Até mesmo na escolha dos indicados, os “velhinhos da academia” ainda mostram não gostar de nada muito surpreendente. Pensando nisso, resolvi fazer neste Top 10 uma homenagem àqueles momentos que fugiram do lugar comum, deixando a sua marca na cabeça dos fãs da sétima arte. Vamos então a lista que começa com...

10º Lugar (Oscar in memorian para Heath Ledger)


Recente na cabeça de todos os fãs de cinema, o Oscar póstumo como melhor ator coadjuvante para Heath Ledger foi um dos momentos mais tocantes da cerimonia na última década. Destaque como o vilão Coringa, no longa Batman: O Cavaleiro das Trevas, o jovem Heath Ledger veio a falecer, mas acabou ganhando o Oscar in Memorian. Sem dúvidas um prêmio merecido e que aqui aparece na décima posição.


9º Lugar (Homenagem do comediante Billy Cristal ao vilão Hanibal Lecter)



Popular apresentador do Oscar, Billy Cristal já protagonizou um dos momentos mais hilários da história da cerimônia. Em 1992, o ator resolveu homenagear o personagem vivido por Anthony Hopkins, em Silêncio dos Inocentes, e entrou trajado de Hanibal Lecter, levando as gargalhadas todos os presentes na cerimônia.


8º Lugar (Homenagem à John Hughes)


Se a década de 1980 teve um grande realizador, este foi o diretor John Hughes. Responsável por clássicos como Curtindo a Vida adoidado, Clube dos Cinco e Garota Rosa Shocking, Hughes recebeu uma das mais criativas homenagens já realizadas no Oscar. Trazendo os principais astros comandados pelo diretor, incluindo ai nomes como os de Molly Ringwald (Clube dos Cinco), Mathew Broderick (Curtindo a Vida Adoidado), Jon Cryer (A Garota de Rosa Shocking), Macaulay Culkin (Esqueceram de Mim), Anthony Michael Hall (Gatinhas e Gatões), Judd Nelson (Clube dos Cinco) e Ally Sheedy (Clube dos Cinco), a entrega da estatueta acabou marcada pelo clima nostálgico e pela emoção.


7º Lugar (Sacanagem com o cantor Jorge Drexler)



Sem dúvidas uma das grandes falhas do Oscar nos últimos anos ficou para o premio de Melhor Canção Original de 2005. Autor da canção Do Outro Lado do Rio, trilha sonora do filme Diários de Motocicleta, o cantor uruguaio Jorge Drexler foi impedido de cantar na cerimonia por ser “desconhecido” do grande público. No seu lugar, a Academia colocou o espanhol Antonio Banderas nos vocais, em uma apresentação de gosto bem duvidoso. Como resposta Drexler foi direto, e após vencer nesta categoria nos brindou com o sétimo lugar neste top 10.


6º Lugar (Halle Berry ganha o Oscar de Melhor Atriz)



Demoraram exatamente 74 anos para que uma atriz negra pudesse ganhar o Oscar de Melhor Atriz. E coube a até então promissora Halle Berry essa missão. Por seu papel no filme em A última Ceia, Berry teve essa grande honra e não decepcionou. Num discurso marcado pela emoção, ela acabou entrando para história da premiação e merecendo um sexto lugar neste Top 10 Cinemaniac.


5º Lugar (Adrian Brody leva o Oscar e surpreende Halle Berry)



Essa aconteceu em 2003. Após vencer o prêmio de Melhor Ator, pelo ótimo trabalho em O Pianista, o ator Adrian Brody resolveu inovar. Não satisfeito em ganhar um dos mais importantes prêmios da sétima arte, Brody resolveu comemorar em grande estilo e entrou para o quinto lugar deste top 10 Cinemaniac.


4º Lugar (Christopher Reeve no Oscar)




Esse foi um dos grandes paradoxos que o mundo do cinema já viu. Como o ator que se consagrou por viver o Super Homem, acabou tetraplégico, e ai mostrou que era verdadeiramente um super-herói. Após essa tragédia, Cristopher Reeve passou a defender causas sociais, criou a Christopher Reeve Paralysis Foundation, visando melhorar a condição de vida de pessoas como ele, vítimas de algum tipo de paralisia. Tanto que em 1996, um ano após o acidente, Reeve participou da cerimônia do Oscar e ali mostrou que era verdadeiramente um Homem de Aço.


3º Lugar (Ausência de Marlon Brando em 1973)




Num dos momentos mais engajados da história do Oscar, Marlon Brando protagonizou, mesmo sem estar presente, um dos momentos mais expressivos na história do Oscar. Em 1973, após ganhar o Oscar de Melhor Ator por O Poderoso Chefão, Brandon preferiu fugir dos holofotes e mandou como representante um indígena, Sacheen Littlefeather, que aproveitou o espaço para defender a causa indígena, lendo uma carta escrita pelo próprio ator. 


2º Lugar (Roberto Benigni ganha Oscar)


Confesso que fiquei com grande raiva ao assistir esta cerimonia do Oscar, principalmente pelo fato do brasileiro Central do Brasil ter perdido o prêmio de Melhor Filme Estrangeiro. O problema é que até então não tinha visto A Vida é Bela... E como grande vencedor, Roberto Benigni comemorou como um bom Italiano. Prêmio merecido e o segundo lugar no Top 10 Cinemaniac.

1º lugar (Chaplin recebe Oscar honorário)


E neste primeiro lugar, o Oscar corrige uma das maiores injustiças já cometidas na história da premiação. Como um dos grandes nomes da história do cinema, o genial Charles Chaplin não havia ganho um premio sequer ao longo de suas inúmeras obras. Até que em 1972, a academia refez este grande erro e concedeu a Charles Chaplin uma mais que merecida homenagem. Vinte anos após ser expulso dos EUA, Chaplin volta ao país e do alto de sua grandeza não alimenta raiva, nem rancor. Apenas mostra porque é considerado um dos maiores gênios da sétima arte.


Atualizado 

A trapalhada no clímax do Oscar 2017, no entanto, merece estar entre os melhores piores momentos da história da premiação. Na maior gafe da premiação, confira as reações aqui, os apresentadores Warren Beatty e Faye Dunaway foram induzidos ao erro por um troca dos envelopes e trocaram o nome do vencedor. O resultado pode ser visto abaixo.





E ai concorda com a lista??? Tem alguma lembrança melhor??? Deixe os seus comentários.

4 comentários:

Juliano disse...

Belo post! O Oscar da Halle Berry e a homenagem ao Reeves são de arrepiar.

Tiago Britto disse...

QUe lista perfeita! Me lemrbo do Benini como hoje! Adorei! Sentimetno de Nostalgia puro!!!

thicarvalho disse...

Valeu Juliano obrigado pela visita. Sem dúvidas são momentos de arrepiar. Espero que nesse oscar a dose se repita e Viola Davis ganhe o Oscar de Melhor Atriz.

Po fico feliz q tenha gostado Tiago. Lembro como se fosse hj do Benigni. Primeiro fiquei meio puto, mas depois que assisti a vida é bela morri de remorso. Filmaço.

Anônimo disse...

Eu com minha natureza de brasileiro tenho espirito patriota,mas sem duvida a vida é bela mereçeu ganhar,é tão bonito,é o filme q mais mecheu com minha infancia,ja assisti umas 3 vezes e se Deus quiser vou assistir mais 500 vezes!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...